A prótese dentária (ou prótese dental) é a arte dental, ciência que lida com a reposição de tecidos bucais e dentes perdidos, visando restaurar e manter a forma, função, aparência e saúde bucal. O seu principal objetivo é a reabilitação bucal, em todas as suas funções: estética, fonética e mastigação.

 

  • Núcleo intrarradicular: Os dentes tratados endodonticamente (tratamento de canal) são normalmente mais frágeis devido a perda de estrutura dental, cáries, preparação cavitária e instrumentação do canal radicular, tornando-os mais vulneráveis a fraturas. O núcleo ou pino intracanal, como o próprio nome já diz, vai dentro da raiz do dente após realizado preparo. Ele serve para dar ancoragem e resistência à parte protética externa.

 

  • Prótese parcial fixa / Coroa: A prótese parcial fixa é a restauração parcial ou total da coroa de um dente, quando se denomina prótese fixa unitária, ou a substituição de um ou mais dentes perdidos, quando se denomina prótese parcial fixa (ou ponte fixa).

 

 

  • Prótese parcial removível: As vantagens da prótese consiste na facilidade na hora da higiene, o rápido tempo de confecção e o valor mais em conta em relação às outras alternativas. Ainda assim, a aparência pode ser uma desvantagem.

Prótese total: Próteses totais, popularmente conhecidas como dentaduras, são substitutos para os dentes ausentes que podem ser retiradas e recolocadas na boca.

Uma base acrílica da cor da mucosa bucal se apoia sobre sua gengiva. A base da prótese superior cobre todo o palato (céu da boca), enquanto que a prótese inferior é confeccionada na forma de uma ferradura, a fim de permitir espaço livre para acomodar sua língua.